Um Resumo sobre o Mundo de Black Desert Online Parte 01

Discussion in 'Discussão Geral' started by Kaesu, Jan 13, 2021 at 1:52 PM.

  1. Kaesu

    Kaesu New Member

    Joined:
    Jan 6, 2021
    Messages:
    8
    Likes Received:
    15
    [​IMG]
    No início, quatro países viviam pacificamente: Calpheon, Serendia, Valência e Media. Valência era um país enorme e próspero, e governava a maior parte do comércio. O problema ocorreu quando comerciantes de Valência trouxeram uma doença terrível para outros países: a Morte Negra.

    Os cidadãos foram atingidos pela doença e cada país perdeu grande parte de sua população. E mesmo se as pessoas não fossem tomadas pela morte, eles eram expulsos por um medo paranoico de que carregassem a doença. Eventualmente, os holofotes foram virados para um possível inimigo em comum: Valência. Os padres de Elion apontaram os dedos para o país, espalhando a palavra de que era tudo uma conspiração para garantir acesso à Black Stone (Pedra Negra), uma importante fonte de energia. Uma aliança entre os outros três países foi criada para se voltar contra a quarta. Valência os chamava de tolos, pois seu próprio povo morreu devido à doença!
    [​IMG]
    A guerra durou 30 longos anos. Media se beneficiou mais ao perceberem, mais do que ninguém, o verdadeiro valor da Black Stone. Eles começaram a coletar secretamente as Black Stones do Deserto Negro, em vez de abastecer a aliança com armas e bens.

    Após a guerra, os três países começaram a negociar cautelosamente com Valência novamente. A guerra tinha esgotado suas riquezas e suas cidades tornaram-se pobres. Mas logo perceberam que a Media não havia empobrecido, devido ao poder das Black Stone. Cada país começou então a lutar no Deserto Negro, na esperança de recuperar a antiga glória de seu país. Assim começou a rivalidade entre eles.
    [​IMG]
    BALENOS
    [​IMG]


      • Capital : Velia
      • Cidade principal: Olvia
      • Clima: Subtropical Úmido
    Um território costeiro ao norte da Serendia, o clima é quente e ideal para a agricultura. O território é coberto por numerosas e densas florestas, por onde corre o rio Balenos. Balenos está atualmente sob o controle de Calpheon.

    O fundador rei de Balenos foi Bartali, coroado após a morte do rei no Castelo de Cron em Eastern-Balenos. O reinado de Bartali terminou com Bartali III, um herói que evitou catástrofes usando os Ramones, os guardiões de Balenos em tempos de guerra ou desastre. Diz-se que os Ramones têm a forma de uma Pedra Negra, e não se sabe como isso levou à vitória na guerra e por que tipo de poder. Atualmente, os descendentes da família Bartali ainda são chefes de Olvia e Velia.

    Não se sabe muito sobre o atual clima político do território Balenos. Na verdade, as maiores cidades do território são conhecidas por seu estilo de vida tranquilo. Diz-se que Balenos ficou para trás por causa do Credo de Baritt :

    "O desenvolvimento econômico é desnecessário e é o caminho para a destruição."

    Desde então, isso não é mais implementado porque os intercâmbios culturais entre os estados tornaram-se necessários para o desenvolvimento econômico. Sem o comércio resultante dessas trocas, a sociedade terá um escopo estreito.

    A História de Balenos
    Em algum ponto do tempo, o Castelo de Cron tornou-se a sede de um importante estado chefiado por Noir Bartali III, um rei gentil que era cruel apenas com os aristocratas. Com a idade, Bartali III começou a temer a morte e ficou obcecado com a ideia da imortalidade. Aproximadamente 150 anos atrás, o Alquimista Imortal deu ao rei um pergaminho para invocar Hadum, o Deus das Trevas, e obter a imortalidade. O rei aceitou o pergaminho de bom grado e ofereceu toda a ajuda que pôde para tornar a convocação um sucesso. Não funcionou como pretendido e o castelo explodiu.

    Existem vários relatos sobre quantos reis existiram e em que ordem eles governaram, mas o que se sabe de fato é que um rei chamado Bartali foi chamado de rei fundador de Balenos e que outro rei chamado Bartali III foi o último rei de Balenos, um herói que evitou catástrofes usando os Ramones, que são os guardiões de Balenos em tempos de guerra ou desastre.

    Mesmo depois que o reino deixou de existir, a família Bartali continuou a governar Balenos como chefes de Olvia e Velia, as cidades do continente.

    O território de Balenos não teve participação ativa na guerra que levou Calpheon a conquistar seus vizinhos e se rendeu sem lutar. Atualmente está sob o governo da República de Calpheon .

    A república enviou um destacamento do Exército Serendian sob a liderança do maior comandante de Heidel, porem imps, globins e outras criaturas humanoides a pereceram em Aegris Steppe e em outros acampamentos para lutar contra a Exercito de Serendian.

    Também há rumores sobre os descendentes de Noir Bartali III tendo pesadelos horríveis sobre os Black Spirit e o Castelo de Cron.

    CALPHEON
    [​IMG]


      • Capital : Calpheon
      • Cidades principais: Keplan, Trent, Epheria Port
      • Clima: Subtropical / Temperado Úmido
    A área de Calpheon é o lar da República de Calpheon, apoiada por seus súditos, Serendia e Balenos. Localizada no extremo oeste, Calpheon tem poucos recursos naturais, além da madeira, mas seus recursos insuficientes são em grande parte compensados por masmorras perigosas.

    A história de Calpheon
    Calpheon é um dos mais antigos reinos do Grande Continente. É governado pelo Lord Eddric. Esse reino não é tão rico quanto Valencia mas possuí grande força politica. Diferente de Valencia, que coloca muito esforço na área da ciência e descobertas científicas, Calpheon dedica-se ao comércio e a construção de um exército forte. Esses fatores permitem Calpheon a participar de uma vida política e possuir uma força considerável.

    [​IMG]

    Os mercadores do ocidente do Grande Continente tem orgulho de trabalhar com mercadores de Calpheon. Além disso, os mercadores de Calpheon controlam todos as grandes negociações, é impossível fazer um grande acordo sem sua permissão. Esses mercadores são os membros mais poderosos do Conselho, criado para limitar o poder da monarquia. o Conselho é responsável por controlar a economia e a política nesse Reino. Lord Eddric não dedicou seu tempo a isso. Ele foi criado por um gladiador e por isso gosta de conflitos.

    Guerra contra Valencia
    Mercadores ricos de Calpheon sempre quiseram mais e mais ouro, é por isso que muitos começaram a pensar sobre os benefícios de atacar Valencia. Mas eles sabiam que seus esforços seriam inúteis sem o suporte de Lord Eddric. Apenas Eddric poderia ajuda-los a reunir grandes poderes para a tão difícil missão. Valencia é separada de Calpheon por um grande deserto, e tal trabalho requer um grande número de soldados e um forte líder.

    Além disso, apenas Eddric poderia conseguir o apoio das cidades de Balenos e Serendiya. Suas forças e conhecimento, ajudariam muito o exército. Balenos tinha uma grande cavalaria and Sereniya poderia ajudar com armas e armaduras. Calpheon não possuía minério suficiente e essa tarefa requer muitos metais.

    Essa missão era apenas um sonho de mercadores gananciosos. Não havia dúvida de que Eddric era o melhor soldado e comandante em todo o continente, mas ele não queria lutar apenas por ouro.

    Um dia, quatro dos mais importantes pontos de comércio de Calpheon foram atacados e roubadas por forças desconhecidas. Era óbvio que quem os atacou usara de poderosa magia para vencer. Essa magia era baseada em fatais poderes de BLACK STONE. Todos os mais velhos homens do Reino, acharam que os segredos dessa magia estavam perdidos. Todos estavam chateados devido aos ataques, apenas o Conselho estava feliz. Eles os entenderam como um pivô para Eddric. O Lord pediu ao Conselho para que descobrissem tudo sobre os ataques. A resposta foi dada rapidamente – todas as evidencias eram que os ataques vieram de Valencia. Eddric não tinha escolha e formou uma aliança para a missão contra Valencia. Ele pediu ajuda a Balenos e Serendiya e elas não recusaram.

    MEDIAH
    [​IMG]
    • Capital : Altinova
    • Cidade principal: Tarifas
    • Clima: prados secos
    Localizada entre Serendia e Valência, Mediah é uma paisagem árida e árida que serve de porta de entrada para o deserto valenciano. Com o recente aumento nas viagens na região, a capital, Altinova, viu um aumento dramático no comércio, dando uma nova vida à região.

    A Historia de Mediah
    Mediah é uma famosa cidade comercial fundada próxima a grandes depósitos de minério. Esta cidade ocupa uma posição estratégica nos cruzamentos das rotas de comércios mais rentáveis. Não é surpresa alguma que a cidade está cheia de mercadores e diferentes comércios.Eles trazem produtos do leste de Valencia para as cidades ocidentais – Calpheon, Serendia e Balenos.

    Eles também abastecem Valencia com produtos ocidentais, como armas raras e armaduras de aço especial. Os comerciantes de Mediya tinham um segredo: eles conheciam o caminho secreto através do Deserto Negro (Black Desert) para Valencia e não revelavam a ninguém.

    Muitos anos atrás os acharam estranhos cristais negros (black crystals). Eles não foram espertos o bastante para descobrir o real valor daqueles cristais, e levaram alguns para Valencia. Venderam os cristais para Mansur – jovem alquimista. Ele então, investiu muito tempo pesquisando os cristais e tentava descobrir os seus segredos. Após anos de pesquisa, ele finalmente descobriu o verdadeiro poder dos cristais. Assim que ele descobriu que esses cristais eram cheios de poderosa energia, ele revelou a descoberta para Alhazred, o grande líder de Valencia.

    O jovem alquimista Mansur se tornou o principal conselheiro e mago de Valencia. Ele conseguiu convencer ao grande Alhazred que os cristais negros eram totalmente seguros que lhe atribuiriam grandes poderes. Apesar do líder não apreciar a ideia de usar os cristais negros, suas ambições o fizeram concordar com o mago.

    [​IMG]

    Depois que o mago conseguiu a aprovação, ele começou a fundir os cristais, mas após inúmeras tentativas, ele se deu conta que precisaria de ajuda. Ele pediu a Syraj para ajuda-lo, contudo, Syraj era um feiticeiro banido e Mansur precisaria pedir permissão ao grande líder para que Syraj pudesse retornar.

    Após o retorno de Syraj, ele começou a trabalhar com Mansur. Os dois magos trabalharam muito até que pudessem finalmente fundir os cristais numa única Pedra Negra (Black Stone). Até um simplório homem do campo enxergava que essa pedra estava repleta de energia negra. Quando Alhazred viu a pedra negra, ele foi arrebatado por seu poder.

    Muitos anos se passaram desde então, mas Alhazred não estava satisfeito com o seu poder. Ele começou a pensar em conquistar o mítico continente de Selenayer. Eles dizem que o continente é cheio de diferentes riquezas. Então Mediah estava a caminho desse continente.

    SERENDIA
    [​IMG]
    • Capital : Heidel
    • Cidade principal: Glish
    • Clima: leve
    Serendia é o lar de muitos dos melhores artesãos do mundo, a maioria dos quais vive em Heidel. No passado, havia grande animosidade entre Calpheon

    HISTORIA DE SERENDIA
    Crucio De Mongart não conseguia encontrar uma razão para manter a guerra. Ele não era um servo leal de Elion como seu falecido pai, e o desconforto das pessoas por conta da praga do passado estava se dissipando. Ele também estava insatisfeito em como o Rei Calpheon Dahad Seric o tratava como um novato.

    Ano 265 Calendário Elion.

    As pessoas que mais estavam tristes com as notícias eram os sacerdotes de Calpheon. Com seus fiéis já perdendo a fé devido ao excesso de instigação da igreja, uma parada repentina era como um tremor na própria fundação de seu poder. A expedição já havia deixado inúmeras igrejas no seu caminho, e esta poderia ser a chance de expandir a fé por toda Valencia.

    Crucio estava ameaçado de excomunhão enquanto era pressionado por Dahad. Era uma situação difícil para Crucio. Continuar a conter a expedição poderia levar a uma guerra contra Calpheon. Além disso, os líderes militares de Hidel eram fiéis devotos de Elion que costumavam servir sob o comando de seu religioso pai.

    Após várias comunicações privadas, Crucio decidiu se juntar à expedição. Ele não estava pronto para enfrentar tantos desafios externos ou internos tão logo após sua inauguração, e Dahad também aceitou as dicas sutis de Crucio de que esta seria a última vez.

    Dahad, em troca, propôs uma expedição massiva dizendo que eles deveriam ao menos alcançar as muralhas de Valencia para não virarem piada para gerações futuras. Preparações para a expedição duraram dois anos.

    [​IMG]

    De Mongart sabia que o caminho para o “Black Desert” (Deserto Negro) como a palma de sua mão, então ele acreditava que ele teria de fazer era ir andando logo atrás e considerar como uma viagem. Mas nada é tão simples. Os ventos começaram a castigar logo no começo da expedição e formou-se uma tempestade cegante quando chegaram a Media. Eles ainda estavam para se aproximar do deserto.

    A aliança acampou sob as estrangeiras muralhas e tiveram de esperar o vento apaziguar. Uma semana se passou antes que eles pudessem ver Media.

    O que pode ter acontecido aqui em Media? Há rumores das caravanas de como Media mudou, mas não havia ninguém que imaginasse o que a expedição presenciou. Muralhas com barracas ao redor da cidade, uma fumaça negra que brotava incessantemente das chaminés. Dahad insistiu que eles seguissem em frente. Ele, assim como os outros, estava intrigado com o abrupto desenvolvimento de Media e queria entender como eles conseguiram isso. Contudo, atrasar a marcha para Valencia geraria complicações de abastecimentos. O Vento soprou mais uma vez durante conforme a expedição se aproximava do Black Desert (Deserto Negro). Desta vez, havia chuva. Espera, chuva? No deserto?

    Foi quando alguém viu uma bandeira vermelha. Significava que eles estavam no território Valenciano. Os sacerdotes de Elion que acompanhavam a expedição se ajoelharam para rezar. No mesmo instante, a expedição foi preparar a base sob um vento uivante. Mas não tardaria para a tempestade engolir toda a expedição transformando dias em noites.

    Quando Crucio recuperou a consciência, ele se encontrou num buraco de areia e viu uma bandeira vermelha quebrada. A tempestade deve ter sido muito pior para os Valencianos.

    A situação já não era mais de conquista, mas de sobrevivência. O céu escurecia de novo, e o caminho de volta para casa era perigoso.

    Tempestades de areia e a sedimentação da areia continuava a atormentar a expedição em seu retorno, mas o caminho de casa estava bloqueado pelo Demi River (Rio Demi) que se alargou infinitamente devido à chuva torrencial. Levou um mês para que o rio retornasse ao estado que a expedição pudesse atravessar e Crucio conseguiu descansar quando atravessaram o delta. Foi então que chegaram os arrependimentos por se unir à expedição.

    Foi assim que terminou a última expedição.

    [​IMG]

    A ordem de Elion premiou os soldados e disse que os Valencianos não poderão suportar depois da grande vitória da expedição. Seja o que for, eles precisam de algum tempo de trégua após tantos desastres.

    O Castelo de Hidel e as planícies Serendianas estavam gratamente intocadas pelos desastres, mas os pântanos da região sul se expandiram.

    Então a guerra que não poderia ser extinta pelas pessoas foi parada pela natureza; e os tempos de paz e recuperação chegaram. Enquanto isso, Calpheon, que havia perdido seu rei para as tempestades, viu a coroação de seu novo rei de apenas 20 anos de idade, Guy Seric.

    Ano 275 do Calendário Elion.

    7 anos se passaram antes da associação/guilda mercante de Hidel visitar Media. Os últimos anos não foram desperdiçados pelos Medianos, e eles foram capazes de desenvolver ainda mais a cidade. De Mongart, já tendo presenciado a mudança na última expedição, ordenou a guilda mercante de descobrir como Media foi capaz de atingir esse nível de desenvolvimento e logo eles descobriram a importância das Black Stones (Pedras Negras).

    Após receberem informação de uma jovem Naga carregando um Black Stone shard (fragmento da Pedra Negra), De Mongart imediatamente foi para a pantanosa região do sul. Ele acreditava que esta seria a chance ter Calpehon de volta ao pressioná-lo para se juntar à desastrosa expedição, mas a má sorte de De Mongart ainda não havia começado.

    Calpheon também procurava desesperadamente pela fonte das Black Stones (Pedras Negras) para reinvindicá-las. No entanto, nem mesmo cheiro do precioso material foi encontrado no território de Calpheon. Quando a notícia da descoberta da Black Stone (Pedra Negra) nas pedreiras de Kephlan e Serendia alcançaram os ouvidos do jovem rei, Guy Seric decidiu que era hora de agir.

    Ano 276 do Calendário Elion.

    Guy Seric avançou até às torres de Vigia de Hidel nas planícies Serendianas após conquistar Kephlan sem muito esforço. Mas Hidel era um grande adversário, então o Rei Calpheon, junto de sua elite, emboscou o castelo de Hidel na calada da noite.

    De Mongart estava despreparado para a emboscada e perdeu o castelo. Pior ainda, ele foi capturado por Calpheon. Apesar da captura, ele se recusou a se render, e disse ao emissário de Hidel, que veio para checar sua situação, para continuar a lutar independentemente do que acontecer com ele.

    [​IMG]

    Após ouvir de seu rei que era para continuar lutando, Cliff liderou suas forças para o sudoeste numa tentativa de dominar Keflan enquanto Armstrong atravessou o Rio Demi para levar o combate para as planícies de Calpheon. Guy Seric se manteve usando a famosa infantaria pesada de Keflan, mas mas as grandes perdas para Calpheon seriam inevitáveis.

    Mesmo se Calpheon fosse vencer a guerra, os dois generais estavam para ver uma contagem de mortos que seria superior à Black Death (Morte Negra).

    Isso forçou Guy Seric a mudar seus planos. Ele precisava mesmo das Pedras Negras dos charcos de Serendia, então ele ofereceu um tratado em vez de uma rendição. De Mongart se deparou com uma dura decisão com um verdadeiro genocídio prestes a ocorrer.
    Enquanto Hidel não se render haverá outra chance.

    De Mongart conseguiu voltar pra casa após um ano de Calpheon enviando mensageiros para saber se o tratado estava mantido. As pessoas de Hidel entendiam De Mongart. As torres de vigia foram declaradas território neutro e as forças de Hidel tiveram de acampar a oeste. Apesar do que ocorreu, ambos Cliff e Armstrong respeitaram a decisão do rei. Havia aqueles que chamavam o rei de covarde pelas costas, mas De Mongart era inabalável.

    O que realmente incomodava era a visão dos extratores de Calpheon nos pantânos Serandianos. Foi quando a saúde de Crucio de Mongart piorou.

    Ano 281 Calendário de Elion.

    A morte repentina de Guy Seric chocou todo o continente ocidental. Ele tinha apenas feito 30 anos e estava saudável. Rumores de envenenamento se espalharam apesar do anúncio oficial ter sido de uma doença desconhecia. Quanto mais, melhor. Crucio acreditou que a chance chegou antes do esperado. Ele acreditou que Calpheon estaria fragilizada nesse vácuo no poder.

    Crucio chamou Cliff do Acampamento de Guarda ocidental para discutir se eles deveriam ou não anular o tratado. Cliff acreditou que agir tão impulsivamente só daria a Calpheon um motivo para se unir, então propôs que eles esperassem para ver o desenrolar das coisas. O Ministro Zordain também estava presente na conversa. Ele havia sido recomendado por Cliff após a saúde de Crucio piorar. Seu julgamento perspicaz e capacidade fizeram de Zordain um valiosíssimo membro da corte de Crucio.

    Zordain disse que o provável assassinato de Guy Seric havia sido trabalho da igreja e dos mercadores e não o resultado de uma briga interna pelo poder, então a ação de Hidel será irrelevante em quão bem Calpheon se unirá.

    Apesar de ele ter concordado com Zordain, Crucio decidiu seguir os conselhos de Cliff e observou a situação de Calpheon de perto. A desordem dentro de Calpheon teve uma reviravolta e terminou rapidamente. Calpheon, sob a égide de um governo parlamentar, ficou mais forte do que nunca.

    Zordain se tornou Primeiro Ministro com 20 anos. Ele havia se juntado às forças armadas para se vingar da morte dos seus familiares pelos soldados de Calpheon quando pilharam o castelo de Hidel, antes de se tornar ministro. Sua posição era mais próxima de um chanceler que de um ministro, contudo. Isso porque Crucio havia diminuído sua própria posição para governador após a montagem dos extratores de Calpheon, porque havia falhado como rei. Por isso que o General Cliff também era chamado de capitão.

    Zordain disse que não levaria mais de 5 anos para que Calpheon perdesse sua força. Ele dizia que deixar a sorte nas mãos da guilda de mercadores seria uma escolha ruim, e a igreja que deveria tomar conta das guildas estava muito ocupada expandindo a influência.

    [​IMG]

    Ele convenceu Crucio a elevar taxas, para que Hidel pudesse reconstruir um exército durante o tempo necessário. Isso também foi quando Crucio pensava em reconstruir o castelo de Hidel.

    Ano 283 do Calendário Elion.

    Os pobres camponeses se rebelaram contra Hidel. Apesar da péssima colheita do ano, as taxas ainda eram elevadas. Para piorar a situação, os savages (selvagens) ficaram agressivos e arruinaram as pequenas plantações que sobreviveram para a colheita.

    Sabendo das mudanças em Calpheon com o sistema parlamentar, os camponeses tiveram Alundi para representa-los no castelo Hidel. Como resultado, o governador foi preso e torturado como um aviso de que o jogariam em território neutro. Os servos estavam furiosos com tudo isso, mas o que simples camponeses podem fazer contra um exército pronto para guerra? Houve uma revolta, se assim pudesse chamar, mas foi rapidamente dispersada pelos primeiros soldados. Os membros ativos da revolta não poderiam voltar às suas vidas normais, porque havia uma recompensa pelas suas cabeças.

    Alundi era uma dessas pessoas. Um dia, contra sua vontade, ele se viu como o líder de uma revolta e se refugiava no frio castelo. Depois, mais pessoas cansadas de tantas dificuldades se uniram a Alundi e com isso, forneceram uma deculpa para Zordain aumentar as taxas.

    [​IMG]

    Revolta Camponesa? Não aconteceu, a única coisa que aconteceu foi uma reclamação formal dos camponeses. Outro incidente que aconteceu foi no ano um feixe de luz no céu noturno que logo foi seguido por uma ressurgência de atividades violentas dos savages (selvagens) e o aparecimento de vários monstros entre eles.

    Alguns diziam que as visões eram das pedras ganhando vida. As pessoas chamavam de o incidente da Tower of Will (Torre da Vontade), porque havia registros de algo similar ter acontecido logo após os antepassados terem construído a Tower of Will (Torre da Vontade).

    Ano 283 do Calendário Elion.

    Rumores sobre o repentino aumento de estrangeiros em Velia começaram a se espalhar.
    e Serendia, mas desde o retorno do rei de Serendia, as tensões desapareceram.

    VALENCIA
    [​IMG]



      • Capital: Valence City
      • Cidades principais: Valência, Shakatu
      • Clima: Desértico
    Envolvida em um violento conflito com a República de Calpheon desde sempre, Valência é um enorme deserto que carrega o orgulho da nação, a cidade de Valência. Os primeiros descobridores das pedras negras, os valencianos trabalham incansavelmente para recolher o maior número possível de pedras negras no esforço de guerra contra Calpheon.

    Historia de Valencia
    A primeira colônia humana a aparecer no oriente do Black Desert (Deserto Negro) no começo do último milênio. Estas pessoas eram chamadas de Children of Desert (Crianças do Deserto). Não sabemos de onder eles vêm.

    Suas lendas dizem da salvação e a respeito do lar de seus ancestrais. Eles viveram em Selenaera, continente místico localizado no oeste do Black Desert (Deserto Negro). Eles tiveram de fugir de suas casas porque um grande fogo matou a maioria deles. Só um pequeno grupo conseguiu sobreviver. Eles se tornaram os ancestrais das Crianças do Deserto.

    [​IMG]

    O Grande Fogo os obrigou a escapar e só havia um caminho. Esse caminho levava a um grande deserto, que tiveram de percorrer por mais ou menos 300 anos. Foi um duro desafio e eles finalmente encontraram um bom local para viver e todo seu conhecimento se perdeu.

    Eles encontraram um lindo lugar com dois (02) grandes rios e decidiram ficar. A grande cidade de Valencia apareceu um pouco mais tarde. A cidade é a maior de toda a região oriental do Grande Continente, atualmente.

    Valencia é separada dos outros territórios por um enorme deserto, mas os dois abundantes rios tornam o território desta província um ótimo lugar para plantações. Novos colonos construíram um sistema de irrigação por canais e tornaram o lugar maravilhoso para viver e cultivar.

    [​IMG]
    Artesanato, Ciência, Literatura e tantas outras artes desenvolveram depois que a cidade começou a crescer. O primeiro alfabeto de hieróglifos e a primeira escrita hieroglífica foram criados em Valencia. Essa escrita se tornou o principal sistema de escrita para todos os habitantes do Grande Continente.
    Os cientistas de Valencia criaram o primeiro calendário, mapa celestial e puderam progredir muito na alquimia. Eles encontraram uma forma de processar os black crystals (cristais negros) que podem ser encontrados no deserto nos arredores da cidade. Os alquimistas também investiram o tempo para criar uma gema especial com a qual se pode retirar a energia do Éter.

    Ano 233 Calendário Elion *

    * Ainda não sabemos se Valência usa o mesmo calendário.

    O conflito entre o rei Nesser e a tribo Akman era inevitável. A tribo Akman já existia antes da fundação de Valência e se autodenominava "protetora da antiga civilização", embora se recusasse a fazer parte de qualquer nação ou poder. Eles constantemente entraram em confronto com Valência sobre as câmaras de pedra e artefatos antigos que estavam espalhados pelo deserto. O 14º rei de Valência, Imur Nesser, considerou a tarefa de trazer a tribo Akman para o rebanho do Reino de Valência como seu único dever.


    [​IMG]

    Calendário Elion do ano 234

    O rei Imur era famoso por seu temperamento explosivo - um temperamento que foi testado quando suas múltiplas tentativas de chegar a um acordo com a tribo Akman foram recusadas. No final, o rei agarrou e enviou seu exército, o que resultou em um massacre unilateral. Mas a tribo Akman não cedeu nem mesmo diante das crescentes baixas.

    E assim, a tribo Akman não estava mais para ser vista. O desastre se seguiu, atingindo o extremo oeste do continente quase imediatamente.

    A partir dos mercadores de Valência, a praga chamada Peste Negra (em homenagem à carne negra apodrecida dos infectados) atingiu todo o continente. Até o rei Imur testemunhou a praga ao perder sua amada rainha. Foi então que os rumores começaram a se espalhar, todos apontando em uma direção: o rei Imur incorreu na ira de seu deus, Aal, por massacrar a tribo Akman.

    Ao longe, reinos estrangeiros marcam Imur como um demônio, alegando que o desastre foi causado pelos valencianos devido ao uso da Pedra Negra. Os sacerdotes da Elion em Calpheon começaram sua propaganda para ocupar o Deserto Negro, o local chave para desenterrar as Pedras Negras, para evitar mais desastres.



    [​IMG]

    Calendário do ano 236 Elion

    A Força de Expedição Calpheon marchou em direção a Valência com confiança, mas o Deserto Negro provou ser muito mais perigoso do que eles esperavam. Eles mal conseguiram cruzar o deserto e, quando o fizeram, o exército valenciano estava armado e pronto. A aliança irregular reunida por Calpheon não teve chance contra os valencianos unidos sob um único rei. Mas o rei Dahad Seric de Calpheon era teimoso e se recusou a desistir da luta, prolongando a guerra por 30 anos até uma reviravolta inesperada dos eventos.

    A tempestade de areia que envolveu os dois exércitos foi sem precedentes, mesmo em Valência. A Força de Expedição de Calpheon perdeu dezenas de milhares de homens, tornando-os incapazes de colocar os pés no deserto novamente.

    O conflito sangrento foi encerrado por uma força da natureza. A crueldade e o derramamento de sangue da guerra foram enterrados sob a areia, e o silêncio caiu sobre o deserto mais uma vez.

    O rei Imur chamou o campo de batalha de Deserto Vermelho * em nome de seus soldados caídos e agradeceu a seu deus Aal por sua vitória. As palavras do rei naquele dia se tornariam o princípio orientador de Valência: o deserto é o domínio de Aal, o oásis sua hospitalidade e a Pedra Negra sua generosidade.

    * As fontes atualmente diferem sobre se é Deserto Vermelho ou Deserto Crimson. WWGW usou "Crimson", mas todas as fontes anteriores indicaram Red Desert como o nome.

    Devido à Peste Negra, à longa guerra e à liderança enfraquecida que se seguiu, revoltas em pequena escala tornaram-se comuns. Quando a saúde do exausto Rei tornou-se crítica, o símbolo do reino valenciano, a chave de ouro, foi entregue ao 14º rei de Valência, Torme Nesser.

    Torme Nesser foi o rei mais velho a assumir a coroa, já com três filhos e uma filha.


    [​IMG]


    Calendário de Elion do ano 270 O

    rei Torme Nesser foi um governante sábio e culto. Sob o reinado de Torme, Valencia passou por uma época de grande avanço no conhecimento - como astronomia, religião e muitas outras áreas. A riqueza do reino cresceu graças à abundante quantidade de Pedras Negras no deserto. Assim, Valência foi capaz de se tornar uma nação rica e poderosa sem rival.

    O povo de Valência deixou para trás os horrores do passado e desfrutou de uma vida abundante enquanto servia ao seu único deus, Aal.

    Ano 282 Calendário de Elion

    Depois que o rei Torme, um rei conhecido por sua saúde precária, faleceu, a coroa foi concedida a seu primeiro filho. Sahazan Nesser tornou-se o 16º rei de Valência. De acordo com o testamento de Torme, Barhan, seu segundo filho nascido de uma amante estrangeira, tornou-se general do exército de Valência. Seu terceiro filho, Manmehan, foi encarregado da lei, e sua filha, Saya, foi nomeada guardiã das escrituras de Aal.

    O povo de Valência estava satisfeito e orgulhoso de seu reino.



    [​IMG]


    Calendário do ano 285 da Elion.

    Mas a paz não durou. O Príncipe Barhan, o segundo filho, soube por sua mãe que o Rei Sahazad não possuía a Chave de Ouro.

    A Chave de Ouro foi transmitida pelo primeiro rei de Valência por mais de mil anos. Era o símbolo da monarquia valenciana - que só o rei pode e deve exercer. Nenhum rei pode ser verdadeiramente digno sem ele.

    Para piorar as coisas, o deserto se encontrou vivo mais uma vez com movimentos suspeitos de antigos gigantes e o repentino reaparecimento da tribo Akman, que se pensava ter sido exterminada. Barhan acreditava que eles sabiam o paradeiro da chave perdida.

    O que antes era parte integrante da lenda da fundação de Valência, uma chave envolta em segredo, agora ameaça destruir o reino.



    [​IMG]
     
    Last edited: Jan 14, 2021 at 12:36 PM
  2. Kaesu

    Kaesu New Member

    Joined:
    Jan 6, 2021
    Messages:
    8
    Likes Received:
    15
    Nostravamus likes this.
  3. Nostravamus

    Nostravamus Well-Known Member

    Joined:
    Jan 8, 2018
    Messages:
    7,427
    Likes Received:
    2,979
    Nossa, cara!
    Valeu mesmo...
    Ontem ainda eu e minha esposa estavamos falando que seria legal se tivesse todo o lore do jog em um so lugar...
    Voce teve um BAITA trabalho de escrever tanto e merece muitos likes...
    Obrigado!

    PS: vou ler com calma, pois tem muito texto...
     
    Kaesu likes this.
  4. Kaesu

    Kaesu New Member

    Joined:
    Jan 6, 2021
    Messages:
    8
    Likes Received:
    15
    próxima parte irei terminar de escrever sobre os países restantes e sobre as racas e classes.
     
    Nostravamus likes this.
  5. M4rQu1Nh0S

    M4rQu1Nh0S Well-Known Member

    Joined:
    May 6, 2019
    Messages:
    928
    Likes Received:
    683
    Uma pergunta, todo esse texto você que fez ou é algo publicado por outra pessoa?
    Caso seja obra tua, ta mto foda, parabens!
     
    Kaesu likes this.
  6. Mystra

    Mystra Well-Known Member

    Joined:
    Oct 26, 2017
    Messages:
    1,189
    Likes Received:
    1,375
    Tem um em inglês muito bom também.

     
    Kaesu and M4rQu1Nh0S like this.
  7. Kaesu

    Kaesu New Member

    Joined:
    Jan 6, 2021
    Messages:
    8
    Likes Received:
    15
    algumas partes sim, outras eu traduzi, outras eu adaptei, outras tirei de fóruns, sites e o próprio youtube
     
    M4rQu1Nh0S likes this.
  8. Kaesu

    Kaesu New Member

    Joined:
    Jan 6, 2021
    Messages:
    8
    Likes Received:
    15
    tirei uns trechos desse vídeo.
     
    Mystra likes this.

Share This Page